sexta-feira, 20 de março de 2009

Amor Azul

Venho aqui, a este lugar
Que acolheu a minha infância
Onde aprendi a amar,
Onde o sonho foi real,
Honrar o passado
Ido mas nunca esquecido.

Lembro-me do sorriso do céu,
Azul, aquele céu azul
Que me tomava nos braços;
Que me tomava nos braços
E me enchia de calor.

Este céu não é mais azul,
Neste lugar, cheio de memórias
Onde o mundo foi perfeito
Restam apenas histórias,
E um amor,
Um amor perpétuo…

Saudades povoam o meu coração
Saudades da vida que passou,
Resta-me a memória do céu
Resta-me pensar que o amor
Nunca morreu…


Perder alguém é doloroso, doloroso demais, resta-me apenas recordar os bons momentos que passamos juntos, os sorrisos, até as discussões, pois tudo isto faz parte de uma vida passada, mas que continua presente no meu coração, onde consigo desenhar o seu gesto e tocar na sua alma...
As saudades apertam sempre que visito este lugar, mas gosto de o fazer para te manter comigo, para não perder um único traço que seja da tua personalidade, não quero arriscar esquece-lo.
Sei que me ouves e que estás a zelar por mim e isso deixa-me descansado por saber que estás numa planície verdejante até ao horizonte, onde a beleza impera e a felicidade abunda.
Não te encontrarei pois nunca te perdi, mas vovô, um dia, ver-te-ei de novo, sinto-o.
Um dia...

6 comentários:

Daniel Silva disse...

"Sei que me ouves e que estás a zelar por mim e isso deixa-me descansado por saber que estás numa planície verdejante até ao horizonte, onde a beleza impera e a felicidade abunda.
Não te encontrarei pois nunca te perdi, mas vovô, um dia, ver-te-ei de novo, sinto-o.
Um dia... "


Num silêncio sentido, abraço-te.

Alexandra disse...

Tens razão Bruce, perder alguém é doloroso demais, é como se nos tirassem algo de nós próprios. Mas, costumo pensar para comigo que ninguém morre a partir do momento em que nunca o esquecemos.

Eu também tratava o meu Avô por vovô e, nunca me separei dele. Ele está sempre dentro de mim, com as suas brincadeiras, com os seus segredos, com o seu AMOR!!

Um grande beijinho para ti!

Valter Montani disse...

Bruce

A vida é cheia de perdas e encontros eis o mistério da existência.
Perdemos pessoas queridas, próximas e encontramos pessoas que jamais imaginaríamos, por exemplo, você me visitou, deixou um comentário e eu retribuo sua visita e, de repente eu ganho mais um amigo.
Já me inclui nos seus seguidores assim você encontrará o caminho de volta.

saudações poéticas e obrigado pelas palavras.ç

Paulo - Intemporal disse...

um dia será sempre o dia de tantos os re.encontros, que renovaremos de mãos dadas[.]

e no silêncio seremos alma, que se acrescentará no perpétuo dos dias não findos, na permanência do amanhecer[.]

deixo-TE um abraço.

s
e
n
t
i
d
o
. ______________________________ .

Vasco disse...

Apesar de certas agnoses que cultivo, acredito que os nossos que nos deixam zelam por nós. Grande abraço!

Xuxy disse...

Até agora tive sorte, e não "perdi" ninguém próximo, mas acredito que a melhor maneira é não esquecer e manter vivas as recordações! Tenho a certeza que um dia reencontrarás o teu avô!

Beijinho grande*