quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Medo

Tenho medo
Daquele silêncio inquisidor
Que me visita nas horas negras do dia
Aquele que me diz vai e não olhes para trás
Aquele que me apunhala com apetite voraz.

Tenho medo
Tenho medo de ti
Das horas que me assolas o pensamento
Dos sonhos que me atormentas
Do amor, do sofrimento.

Tenho medo
Daquela voz que oiço quando escurece
E clama por um simples olhar
Olhar falador, onde estás?
Gostava de te encontrar...

Tenho medo
Tenho medo de ti
Tenho medo de mim.

8 comentários:

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Querido Amigo

Vou contar-te uma história sobre o medo na esperança de te abraçar virtualmente e dessa forma suavizar a tua dor e medo.

Havia um velho sábio que estava sentado debaixo de uma árvore, no Egipto. Quando a praga passou por ele, el perguntou: "Onde vais tu?" e a praga respondeu: "Vou ao Cairo, onde hei-de matar uma centena de egípcios". Três meses mais tarde, a praga voltou a passar pelo velho sábio. O ancião disse-lhe incrédulo: "Disseste que ias matar uma centena de homens no cairo, mas os viajantes disseram-me que mataste dez mil"... E a praga respondeu: "Eu matei apenas uma centena. O medo matou o resto".

Há pessoas que estão connosco, nao ha que temer. Bruce: nada te perturbe.

Abraço graaaande ;)

Martina S' disse...

isso resolve-se :p

. intemporal . disse...

. deixo.TE o medo em tom de desafio, na certeza que tenho de que és ampla.mente mayor .

. re.abraço.TE sempre, Bruce .

. paulo .

TERESA SANTOS disse...

Medo?! não!
Não tenhas medo, amigo.
A vida é para ser vivida de peito e braços abertos. O medo tolhe-nos, apaga-nos o sonho, apaga-nos lenta e insidiosamente.

Por isso Bruce, medo NÃO!

Maria Ribeiro disse...

O AMOR não pode provocar esse medo, BRUCE! VIVE, meu amigo, a plenitude da grandiosidade daquela voz no teu ouvido, daquela mão na tua mão...daqueles olhos nos teus olhos...
BEIJO DE LUSIBERO

Austeriana disse...

É um poema bonito.
Estou em crer que existirá distanciamento entre o escrito e o autor. Às vezes, escrevemos sobre o que nos rodeia; outras sobre o que rodeamos. Em qualquer dos casos, tirando a razoabilidade dos receios óbvios, o medo pode tolher-nos a capacidade de sermos felizes. Esse, devemos tentar superar!:)
Abraço.

. intemporal . disse...

. re.volto para te dizer que o medo é apenas .

. uma escarpa .

. no milagre da [tua] poesia .

. re.abraço.TE . sem medo .

. intemporal . disse...

. um hipotético "caminho": .

http://terracosdeumanjo.blogspot.com/

. um bom fim de semana .

. sempre e para sempre,,, .

. paulo .